Ausência de Filipe não foi sentida pelo elenco azul, que teve amplo domínio na maior parte do jogo

O time passou por 3 a 0 (25/19, 25/21 e 25/22) e chegou à 16ª vitória na competição, mantendo a invencibilidade e a liderança isolada. Das 16 vitórias até aqui,13 vieram em sets diretos, deixando clara a supremacia cruzeirense na competição.

Com boa vantagem sendo aberta em boa parte do jogo, o Sada Cruzeiro apenas manteve o controle do jogo para fechar a partida em três sets e já começar a pensar no futuro próximo. Foi somente na última parcial que os gaúchos conseguiram incomodar e fazer os mineiros ligarem o sinal de alerta quando um 13 a 11 foi aberto. Para não ser surpreendido, os celestes retomaram a concentração para virar o jogo e fechar a conta.

O jogo seguinte será contra um time que ocupa outro patamar na tabela, mas que promete dificultar ao máximo. Afinal, em clássicos muita coisa pode acontecer. Contra o Minas, no sábado, na Arena da Rua da Bahia, o Cruzeiro terá a missão de vencer para reafirmar sua posição de supremacia dentro do Estado, status ocupado pelo elenco estrelado há várias temporadas.

Fonte: Jornal O Tempo